Regulação emocional: por que é importante ter emoções equilibradas?

A necessidade das emoções em nossas vidas

As emoções vivenciadas são de vários tipos e lidamos com elas de maneira eficaz ou ineficaz. A ansiedade quando sentimos não é um problema, mas devemos reconhecê-la, aceitá-la e continuar a funcionar apesar dela.

Sem as emoções nossas vidas não têm graça, pois nos faltam textura, riqueza, contentamento para a conexão com outras pessoas, um exemplo disso é esse momento no qual escrevo a vocês leitores, que é um desafio e ao mesmo tempo uma alegria imensurável, como uma comichão dentro de mim.

Elas, as emoções, nos lembram de nossas necessidades, frustrações e direitos, e ao mesmo tempo nos leva a fazer mudanças, fugir de situações difíceis e saber nosso nível de satisfação.

A maioria das pessoas sentem-se incomodadas e sobrecarregadas com suas emoções, porque pensam que são incapazes de lidar com a tristeza e a ansiedade, que o impedem de uma maneira ou de outra de pensar, agir e sentir muito mais efetivo.

A ajuda terapêutica

E nesse caso, o auxílio terapêutico é de grande valia, pois te ajuda a perceber que você é capaz de lidar com tais sentimentos e por gerar um comportamento assertivo e de uma vida bem melhor, ou seja, contribuir para que o ser humano tenha saúde e equilíbrio mental. Por isso é importante ter a regulação das emoções.

As emoções, tais como a ansiedade, envolvem avaliação, sensação, objeto, sentimento, comportamento motor e um componente interpessoal.

O psicólogo pode usar de técnicas para o manejo do estresse, por exemplo: relaxamento, exercícios respiratórios, dentre outras.

Quando a ansiedade estiver descontrolada experimente assistir este vídeo: httpss://www.youtube.com/watch?v=UClcL_lsrF4

Não se acanhe de procurar para sua terapeuta, a abordagem que trabalho é a Terapia Cognitivo Comportamental, a mais apropriada para trabalhar as emoções.

Resumindo

Espero que você tenha aprendido que as emoções todos nós temos e que é muito importante para a nossa sobrevivência como pessoas, e quando ela se desequilibra temos o direito de decidirmos se queremos a regulação de nossas emoções.

Lembre-se: O cérebro é um órgão que coordena todo o nosso corpo, fisiológico e emocional, por isso não tenha vergonha de procurar a ajuda médica, psicológica, etc.

COMPARTILHE :
Últimas Postagens

Infância

Infância é o período de crescimento que vai do nascimento à puberdade, ou seja, do zero…

Ser mulher no meio de uma pandemia

Nós mulheres, carregamos há tempos, um acúmulo de papéis que demandam nosso tempo e dedicação.…

Quem nunca recorreu ao Dr. Google ao sentir-se mal?

Se você pesquisar agora o termo “dor de cabeça” no Google encontrará 72 milhões de…
×

CLIQUE EM UM DE NOSSOS ATENDENTES

× OLÁ, POSSO TE AJUDAR?